COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS

Falta de aviso não foi”, essa foi a principal frase que alguns alcantarenses participantes do seletivo regido pelo edital Nº 01/2021 de 25 de março de 2021, que trata do processo seletivo simplificado para contratação temporária e formação de cadastro reserva de profissionais para atendimento da rede municipal da Prefeitura de Alcântara.

A suspeita de fraude já era prevista por muitos que já apontavam irregularidades em contratações realizadas pelo Prefeito Padre William (PL-MA) já no início da sua gestão, muitas por indicações de aliados políticos para garantir apoio na Câmara Municipal. Em um oficio encaminhado ao Ministério Público Estadual, em 31 de março, a Vereadora Nathalia Biné (PDT-MA), pede ao MP que investigue o seletivo.

Para muitos pais e mães de família que participaram do seletivo apontam como “DECEPCIONANTE” o resultado preliminar divulgado nesta segunda-feira (19/04). “Nós apostamos na mudança e a resposta que estamos tendo é que trocamos seis por meia dúzia, a gestão do Anderson não era transparente e o povo não teve melhorias em seu governo, votamos no Padre pensando ‘ele é um homem de Deus, então vai dar certo’, mas o que vemos é que vai ser pior que seu antecessor, porque continuamos sem melhorias, sem transparência e com o interesse de alguns se sobrepondo o de todos”, disse a pessoa denunciante.

Vejamos alguns casos que atestam fraudes no processo seletivo da Prefeitura de Alcântara:

Será admitida apenas uma inscrição por candidato, ou seja, o candidato poderá se inscrever somente para 01 (um) cargo. Não será cobrado nenhum tipo de taxa. Caso ocorra inscrição para mais de um cargo, o candidato será desclassificado.

Resumindo, é vedada mais de uma inscrição no seletivo, mas foram constatados no resultado preliminar publicado ontem (19/04) pelo menos cinco candidatos com nomes duplicados no resultado final e alguns concorrendo a mais de um cargo.

Outro ponto que é irrefutável é a classificação de parentes de Gracilene da Conceição Ribeiro Serejo, que é alocada na Secretaria Municipal de Educação, pois ela foi selecionada pelo Prefeito Padre William para compor a Comissão de Avaliação do processo seletivo.

Recebemos denuncia que Gracilene conseguiu emplacar 19 parentes no seletivo, entre eles estão, irmãos, primos, cunhados só faltou os cachorros e gatos. Podemos citar alguns nomes que estão relacionados diretamente a Secretária, vejamos: Ronivaldo Ribeiro Serejo, Lucenir Silva Ribeiro Serejo, Gildenio Ribeiro Serejo, Thaciany de Jesus Serejo Ribeiro, Magno Iarley Serejo Ribeiro, Vilma Araújo Serejo e Vilson Araújo Serejo.

O Ministério Público é convidado a investigar o caso e recomendar à anulação do seletivo, pois são nítidas às irregularidades, o favorecimento e falta de transparência por parte do Prefeito Padre William e sua equipe da Comissão de Avaliação do seletivo.

As medidas adotadas para avaliação dos candidatos são tidas como duvidosas, pois muitos participantes que não apareceram na lista alegam ter mais experiências comprovadas que muitos candidatos que saíram na relação de classificados desta segunda-feira (19/04).

Alcântara construindo novos rumos para a fraude, para a ilegalidade e para enriquecimento de uns poucos em detrimento da maioria.