COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS

Segundo informações apuradas, desesperado após pressão pelo afastamento da presidência da Câmara Municipal de Alcântara e possivelmente uma cassação do cargo de vereador, Guterres Filho (Avante), teria buscado apoio junto ao seu padrinho político Josimar de Maranhãozinho (PL), seu padrinho político.

Como já havíamos noticiados antes, Guterres Filho é suspeito de praticar diversas irregularidades frente ao comando do legislativo municipal, entre elas: descumprimento da Resolução Lei 003/2017, o não pagamento do Subsídio dos Vereadores, de seis mil reais e pagando apenas o seu no valor de sete mil e quinhentos reais, ou seja, pagava quatro mil reais bruto,para os Vereadores e se pagava sete mil e quinhentos reais; e a farra das diárias.

Mesmo com apoio de Josimar de Maranhãozinho, tudo indica que a sessão ordinária da próxima quinta-feira (07), na Câmara Municipal de Alcântara, Guterres Filho (Avante), pode ser afastado por suspeita de crimes de improbidade administrativa.

Se concretizando, o vice-presidente da Casa Legislativa, Nilson Pereira (PL) deve assumir o comando até a conclusão das investigações que pode perdurar por meses.

O requerimento Nº 023/2022, de autoria do vereador Joeds Luiz (PROS), solicita o afastamento do presidente Guterres Filho em caráter de urgência, além disso, o requerimento pede a suspensão dos contratos das Assessorias Jurídica e Contábil, que receberam em 2021 o montante de R$ 126.500,00 (cento e vinte e seis mil e quinhentos reais) em pagamentos, por suspeita de irregularidades.

OS vereadores: Joeds Luiz, Natália Bine, Lázaro Amorim, Professor Vadico, Nilson Pereira, Marivaldo Campos, Menca Pinho, Robson Corvelo e Vereador Mário, estão mantendo a decisão de afastar o presidente e a população está acompanhando de perto cada passo dos vereadores e na torcida pela justiça.

Vereador Joeds Luiz autor do requerimento

Confira o requerimento:

Baixe o requerimento