COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS

A Promotoria de Justiça da Comarca de São Bento realizou, nesta segunda-feira, 22, duas reuniões para discutir a situação da Covid-19 no município e as medidas adotadas para frear a disseminação da doença. As reuniões foram coordenadas pela promotora de justiça Laura Amélia Barbosa.

Em uma das reuniões, estiveram presentes representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Conselho Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária Municipal, Guarda Municipal e Polícia Militar. No encontro, foram discutidas estratégias para conter o avanço da transmissão do novo coronavírus em São Bento.

Durante a reunião, Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Guarda Municipal afirmaram estar fazendo fiscalizações frequentes em diversos locais como bares, balneários, academias, campos de futebol e templos religiosos.

Houve, ainda, a sugestão do Conselho Municipal de Saúde para que haja um monitoramento das pessoas que chegam à cidade de ônibus, além de um pedido de realização de blitzen sanitárias mais frequentes.

SECRETARIA

A segunda reunião foi realizada entre Ministério Público do Maranhão e Secretaria Municipal de Saúde, tratando de assuntos referentes à pasta e, em especial, sobre as medidas de enfrentamento da pandemia.

A secretária Shannalisian Ribeiro Melônio afirmou que, além das fiscalizações conjuntas que estão ocorrendo em São Bento, há um calendário de sanitização periódica de prédios públicos, entre os quais estão mercados e feiras, o complexo que abriga as polícias Civil e Militar, Unidades Básicas de Saúde (UBS), secretarias, Prefeitura, Fórum e sede da Promotoria.

De acordo com a gestora, um carro da Secretaria tem circulado pela cidade, noticiando a necessidade de manutenção do distanciamento social e do uso de máscaras. Ainda segundo Shannalisian, o atendimento a pacientes com síndromes gripais tem sido feito em quatro UBS na sede de São Bento e em 16 localidades da zona rural.

A titular da Saúde também apresentou a estrutura do hospital de campanha montado no município, que tem 17 leitos, a lista de medicamentos disponíveis e afirmou que o boletim epidemiológico de São Bento vem sendo divulgado regularmente no Portal da Transparência.