COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS

O pré-candidato ao Governo do Maranhão, Weverton Rocha (PDT), não tem um só dia de paz. Onde ele chega, acaba espantando e ficando um sentimento de que as pessoas não querem nem ficar perto do senador. Essa sensação ficou mais evidente nesta quinta-feira (17), quando filiados do PROS, pediram desfiliação em massa, após o senador ter assumido o controle na última terça-feira (15).

Liderados pelo vereador de São Luís, Chico Carvalho, quase três dezenas de filiados ao PROS, assinaram suas fichas de desfiliação.

O ato que foi realizado na tarde desta quinta-feira (17), chamou a atenção pela presença de alguns até então aliados de Weverton Rocha, dentre eles, Jota Pinto que concorreu a Prefeitura de São José de Ribamar pelo PDT, assim como o ex-prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar, que estava filiado ao Cidadania, aliado da senadora Eliziane Gama.

Além dos dois citados, deixaram o PROS: o ex-deputados estaduais Cabo Campos e Raimundo Cutrim; o ex-deputado federal Waldir Maranhão; o ex-prefeito de São Bento, Carrinho Muniz; o ex-vereador de São Luís, Isaías Pereirinha e muitos outros.

Agora, o PROS fica praticamente só com Marcos Caldas, que toda eleição tenta montar um partido para se eleger e acaba ficando na suplência.