COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS

O Ministério Público do Maranhão realizou, nesta segunda-feira, 11, a oficina Aspectos Controvertidos da Denúncia. A capacitação, realizada nas Promotorias de Justiça de Imperatriz, foi promovida pela Escola Superior do Ministério Público e teve como palestrante o titular da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz, Carlos Róstão.

A atividade também teve apoio do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAO Crim), do Centro de Apoio Operacional do Júri (CAO Júri) e das Promotorias de Justiça de Imperatriz. Os promotores de justiça Sandro Lobato, coordenador do CAO Júri e Marco Fonseca, coordenador do CAO Crim, foram mediadores da oficina.

WhatsApp Image 2022 04 12 at 14.32.22

Servidores, assessores e membros do Ministério Público do Maranhão participaram da atividade, que teve como objetivo discutir pontos, técnicas e questões consideradas importantes no momento da elaboração das denúncias de acusação, de forma a aprimorar o trabalho do Ministério Público.

A diretora da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão, Karla Adriana Holanda Farias Vieira, ressaltou a importância da temática: “Esse é o grande carro-chefe do Ministério Público, que é muito conhecido pela sua atuação na esfera criminal. Uma denúncia bem elaborada vai contribuir para a promoção da justiça feita pelo MPMA”.

Marco Fonseca, coordenador do CAO Crim, destaca que a atividade busca a qualificação dos membros e servidores do Ministério Público. “A nossa intenção é cada vez mais ofertar serviços com excelência para a comunidade”.

O coordenador do Centro de Apoio Operacional do Júri, Sandro Lobato, avalia de forma positiva a participação dos servidores e membros na oficina e destaca que a atenção à denúncia é o principal ponto a ser destacado. “Um ponto relevante a destacar é a atenção que temos de ter à denúncia para melhorar a nossa atuação no processo criminal”, ressalta.

Na ocasião foram entregues certificados para o palestrante e mediadores.