COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS


A campanha de reeleição do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), deverá indicar um novo candidato a vice-governador. Em decisão unânime, seu vice, Washington Reis (MDB), teve o nome barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O substituto deve ser indicado em até dez dias, mas ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na mesma sessão, o TRE-RJ deferiu o pedido de registro de candidatura de Cláudio Castro (PL), que busca se reeleger como governador. Ele ocupa o cargo desde 2020, quando assumiu em meio ao processo de impeachment de Wilson Witzel, do qual era vice-governador.

Washington Reis foi prefeito de Duque de Caxias (RJ) por dois períodos: entre 2005 e 2009 e entre 2017 e 2022. Ele também já exerceu três mandatos como deputado estadual e dois como deputado federal. Em 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) o condenou pela prática de crime ambiental e loteamento irregular quando era prefeito de Duque de Caxias.

Na semana passada, outras supostas irregularidades em sua gestão no município motivaram uma operação da Polícia Federal.

A defesa do candidato sustentou que ele estaria elegível, entre outros motivos, porque ainda poderia apresentar embargos infringentes ao STF. No entanto, o relator do processo, desembargador Luiz Paulo da Silva Araújo Filho, não concordou com o argumento. Ele afastou a tese do efeito suspensivo de eventuais embargos infringentes.

Com base na Lei da Ficha Limpa, o relator considerou que o ex-prefeito está inelegível diante da condenação proferida por órgão judicial colegiado. Seu voto foi acompanhado por outros seis desembargadores. Em nota, Washington Reis afirmou confiar na Justiça e anunciou que irá recorrer ao TSE.

A condenação no STF já havia sido analisada pelo TRE-RJ há dois anos. Nas eleições municipais de 2020, Washington Reis também teve sua candidatura impugnada. Como recorreu ao TSE, ele concorreu sub judice e foi reeleito prefeito de Duque de Caxias, conseguindo posteriormente uma decisão que lhe garantiu a posse.