COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS


A candidata do PCB à Presidência da República, Sofia Manzano, assinou nesta segunda-feira (12) a carta de compromisso com pescadoras artesanais, em Recife. O documento tem cinco páginas, com propostas das pescadoras para orientar a estruturação de uma política para o setor pesqueiro. As ações são direcionadas ao governo de Pernambuco e têm como objetivo, entre outros pontos, “a elaboração de políticas públicas para reconhecimento, visibilidade e fortalecimento do trabalho feminino na cadeia produtiva pesqueira”.

A carta também propõe a promoção de uma estratégia estadual para o monitoramento da produção das pescadoras no estado de Pernambuco e prevê a inserção de pescados oriundos da pesca artesanal na alimentação das escolas e instituições de ensino de comunidades tradicionais, por meio da compra da produção pelo governo de Pernambuco.

Sofia Manzano assina carta em 12/09/2022.

Sofia Manzano assina carta em 12/09/2022. – Campanha Sofia Manzano/ Divulgação/ Direitos reservados

Em outro ponto, o documento sugere a criação de um fundo para implementação de ações de adaptação e mitigação às mudanças climáticas em territórios pesqueiros. Propõe ainda o monitoramento permanente da qualidade da água dos rios do estado de Pernambuco.

A proposta foi elaborada no Encontro de Pescadoras, realizado em Tamandaré, em agosto, em uma ação conjunta da Articulação Nacional de Pescadoras (ANP), em parceria com o Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), o grupo Curumim e o SOS Corpo.

Por meio do Twitter, a candidata também defendeu o piso nacional dos enfermeiros.

A candidata propôs a estatização dos hospitais e laboratórios financiados por recursos públicos, e defendeu o reajuste da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), para garantir recursos para o piso da enfermagem.

“Fim da Lei de Responsabilidade Fiscal, fazer concurso público e aumentar os salários dos profissionais da enfermagem. O piso é uma prioridade para a categoria que salva vidas. Vamos implementar a jornada máxima de 30 horas semanais, e local de descanso adequado”, disse a candidata.