COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS


A candidata pelo PCB à Presidência da República, Sofia Manzano, defendeu hoje (26), via redes sociais, a abertura de arquivos que contenham informações históricas sobre os períodos de ditadura, pelos quais o país passou, bem como sobre o da escravidão.

Em sua conta no Twitter, Sofia defendeu também trazer à luz os documentos relacionados às recentes mortes de negros e índios no país, bem como “julgamento e punição dos responsáveis pelas torturas, assassinatos e outras violências cometidas pelos aparatos de repressão e seus agentes contra o povo brasileiro, desde a ditadura civil-militar até os dias de hoje”.

Nesta segunda-feira, Sofia Manzano fez panfletagem na portaria da Refinaria Gabriel Passos, em Betim (MG). Também fez campanha na Praça da Estação e no Mercado Central em Belo Horizonte.