COMPARTILHE E AJUDE INFORMAR MAIS PESSOAS


A candidata do PCB à Presidência da República, Sofia Manzano, propôs hoje (27) a implementação de impostos progressivos com o objetivo de redistribuir a renda no país. De acordo com a proposta, os tributos serão pagos pelas pessoas de acordo com a renda e o patrimônio.

“Quem tem mais, paga mais; quem tem menos, paga menos; e quem não tem nada, não paga nada. A proposta é a implantação de uma reforma que inverta o sistema atual, mediante a redução de impostos sobre o consumo e a criação de tributos sobre patrimônio, lucros, dividendos, transações financeiras e participação acionária, grandes fortunas, bens de luxo e herança”, escreveu nas redes sociais.

Manzano destacou ainda que deverão ser colocadas em prática, se eleita, medidas de combate à sonegação fiscal, e o fim das desonerações e isenções para empresas de grande porte, exportadores e entidades filantrópicas. 

A candidata propôs ainda conceder isenção do imposto de renda para quem ganha até cinco salários-mínimos, a volta do Adicional de Imposto de Renda Estadual (AIRE), como compensação pela perda de receita com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), e o cancelamento da dívida de estados e municípios com a união.